CONHEÇA-NOS

MANUTENÇÃO PREVENTIVA
Leia mais...

a
Alta temperatura e congestionamento podem danificar o motor. Veja dicas: -
a


Com a chegada do verão, o calor e os congestionamentos, sobretudo durante o retorno das praias nos fins de semana, são um prato cheio para o motor sobreaquecer. Além da alta temperatura, a proximidade dos carros, que impede a ventilação do radiador, e o tráfego lento forçam o propulsor. Se uma série de cuidados não for tomada, o risco de o motor “ferver” e estragar a viagem cresce. “A manutenção preventiva do veículo é essencial. Revise o carro seguindo os prazos e as quilometragens indicados no manual do fabricante e trafegue respeitando o limite de carga do veículo”, recomenda Antonio Gaspar de Oliveira, diretor técnico do Sindirepa-SP (Sindicato da Industria de Reparação de Veículos e Acessórios do Estado de São Paulo). Segundo Oliveira, é preciso checar todo sistema de arrefecimento do carro antes de pegar a estrada. “Veja se há vazamentos em mangueiras e bloco do motor. Cheque o nível do líquido de arrefecimento com o motor frio”, recomenda. Não se esqueça de colocar aditivo na água, seguindo especificação e quantidade indicados no manual. .

AQUECIMENTO GLOBAL

Componentes do carro que exigem atenção no verão

RADIADOR

É responsável por fazer troca do calor da água usada no sistema de refrigeração. O líquido percorre a tubulação da peça, que fica na frente do automóvel. Com o movimento, o ar atravessa o radiador e absorve o calor, reduzindo a temperatura da água. Furado, o nível do líquido pode baixar sem o motorista perceber. Com as aletas tortas, a refrigeração fica prejudicada. O mesmo acontece se ele tiver entupimentos internos.

BOMBA-D’AGUA

Puxa a água do radiador e a envia para os canais de refrigeração do motor. Quando o motor ferve, a água se transforma em espuma na bomba, que não consegue trabalhar. Vazamentos indicam a necessidade de troca.

VENTOINHA

Para auxiliar o funcionamento do radiador, um ventilador acionado eletricamente força a passagem do ar. Os defeitos que o conjunto pode apresentar são dois: mau funcionamento do termostato e queima do motor elétrico. Nesses casos, a temperatura do motor sobe, especialmente no trânsito urbano. Nos carros mais antigos, essa função era realizada por uma hélice ligada diretamente ao motor, roubando potência.

VÁLVULA TERMOSTÁTICA

Seu papel é, muitas vezes, incompreendido, levando muitos motoristas a retirá-la. Com o motor frio, ela fecha o sistema de arrefecimento, impedindo que a água vá para o radiador. Assim, ela acelera o aquecimento do carro. Posteriormente, quando a temperatura normal de funcionamento é atingida, ela se abre. Só deve ser retirada em caso de defeito, e mesmo assim para ser substituída.

VASO DE EXPANSÃO

Presente em todos os carros desde os anos 80, a peça permite melhor aproveitamento do sistema de refrigeração, que trabalha pressurizado. Quando a água esquenta, ela se dilata e vai para o vaso, sendo reabsorvida quando a temperatura cai. Não há manutenção para este item, mas se ele furar, deve ser trocado imediatamente.

MANGUEIRAS

Todo motor possui duas: uma na parte de cima, que recebe a água quente vinda do motor, e outra embaixo, para levar o líquido refrigerado. Elas devem estar sempre em bom estado.

 

 


a